Ir à lista de artigos
10/05/21Esports

VCTBR: Team Vikings bate Sharks e se sagra campeã do Challengers Brazil

Compartilhar:

A Team Vikings é a grande campeã do VALORANT Challengers Brazil. O título veio após uma virada por 3-1 contra a Sharks, neste domingo. Com ambas as equipes classificadas para o Masters de Reykjavík, a Grande Final coroou o grande campeão da Etapa 2 do VALORANT Challengers. Agora o desafio é internacional: o VALORANT Masters na Islândia vai acontecer de 24 a 30 de maio, com as 10 melhores equipes do mundo.

Confira como foi o título da Team Vikings:

Team Vikings 3 - 1 Sharks

Mapa 1: Ascent

Vitória da Sharks (13x10)



O mapa era da VKS e carregava a invencibilidade dos Vikings. Naturalmente eles vieram muito fortes e corresponderam às expectativas, pelo menos no ataque. A VKS apostou bastante para A e conseguiu se impôr. Na reta final da primeira metade, os Tubarões conseguiram se organizar, ler o ataque adversário e reduzir o prejuízo para 7-5. Na segunda metade, uma mudança brusca de atitude: mesmo perdendo o pistol, a SHK pegou fogo com gaabxx (Raze) e prozin (Raze) atropelando tudo e todos para virar o jogo. Nos rounds finais, foi a vez dos suportes brilharem e assegurarem a vitória para os Tubarões.

Mapa 2: Haven


Vitória da Team Vikings (13x2)



No melhor mapa da Sharks, foi a Vikings quem começou atropelando. Sacy (Sova) abriu o mapa com um ace e empolgou o ataque da sua equipe, que era pouco contestada na entrada dos pontos, abrindo 6-0 até o ace de prozin (Phoenix) trazer de volta. O snowball continuou, e a VKS anotou 10-2. Na segunda metade, nada mudou. Um retake rápido da Vikings fez sutecas (Astra) eliminar light (Omen) na faca e ampliar a vantagem ainda mais. Com a vantagem bélica, foi só finalizar o mapa e deixar tudo igual.

Mapa 3: Bind


Vitória da Team Vikings (13x11)



Na Bind, o começo da partida foi sobre momento: a Sharks começou melhor e abriu 3-0. A VKS se recuperou imediatamente, viu gtn (Raze) chamar a responsabilidade e virou em 6-3. O momento virou novamente para os Tubarões: light (Omen) mudou muito a partida, e o primeiro tempo terminou em 7-5 para a VKS. Na segunda metade, o ataque da Sharks deu as caras novamente e abriu 11-10. Foi aí que frz (Phoenix), o nome do mapa, apareceu de forma genial no laboratório, levou quatro inimigos e confirmou a vitória para a VKS.

Mapa 4: Icebox

Vitória da Team Vikings (13x9)



O ataque da VKS deu muito trabalho para os Tubarões na Icebox. Com bastante paciência, a equipe de Saadhak (Killjoy) apostava em um ataque menos explosivo, mas com muita eficiência nas habilidades, para ganhar vantagem. A Sharks até conseguiu alguns bons retakes, mas a primeira metade ficou com a VKS por 8-4. O pistol vencido pela Sharks mostrava que eles dariam muito trabalho por lá. O ataque rápido, marca registrada da Sharks, colocou a VKS contra a parede, mas foi nesse momento que Sacy (Sova) apareceu no momento chave e encaminhou a taça para a Team Vikings.

0