Ir à lista de artigos
03/31/21Dev

Estado atual dos Agentes – Março de 2021

Compartilhar:

Oi, pessoal!

Vamos fechar mais um mês com outra atualização vinda da equipe de Personagens. Hoje, discutiremos as mudanças futuras da Viper e os ajustes que faremos na nossa abordagem de balanceamento em 2021.

viper-banner.png

VIPER

Exploramos várias questões relacionadas à Viper nesses últimos meses. Após muitas iterações, decidimos seguir um caminho que deve aperfeiçoar as qualidades únicas que a tornam poderosa, mas sem deixá-la parecida com outros Controladores. Além disso, esses ajustes também ajudarão a aprimorar a temática dela.

A Nuvem Venenosa, por exemplo, é uma habilidade única e parte integrante da temática e da mecânica de controle de zona que a Viper traz, mas não apresenta o impacto que queremos que as habilidades-base dessa Controladora tenham rodada após rodada. Agora, nosso objetivo principal será aumentar a ameaça de dano dessa nuvem.

Nós acreditamos que parte do que diferencia a Viper dos demais Agentes é o fato de ela conseguir fazer grandes apostas com o controle de mapa – ela escolhe um lugar, prepara o terreno e desafia os adversários a levar a briga para dentro do território dela. Tendo isso em mente, as mudanças da Atualização 2.06 terão como foco elevar a outro nível a ameaça que ela representa. Essas alterações se saíram muito bem nos testes com a equipe e mostraram bastante força, então mal podemos esperar para ver como vai ser o desempenho dessa Agente na mão dos jogadores. Por fim, a equipe acredita que, de agora em diante, precisaremos fazer apenas pequenos ajustes nela, caso isso seja necessário.

Yoru-banner.png

YORU

No primeiro ajuste que fizemos no Yoru na 2.03, nosso foco era melhorar a qualidade de vida. Porém, agora, queremos dar uma mexida no poder desse Agente e no impacto geral que ele causa.

Acreditamos que as alterações que serão aplicadas à Passagem Dimensional abrirão caminho para novos estilos de jogo, além de permitir que ele aplique pressão e faça mais jogos mentais com os oponentes – pontos-chave que esse Duelista prometia trazer no lançamento. Estamos animados para poder ver como isso se alinhará ao fortalecimento do Ponto Cego e à possibilidade de escapar de situações difíceis durante a Espionagem Dimensional com um pouco de preparação proativa.

Levando em conta o papel único que o Yoru tem dentro do jogo, vamos ficar de olho nele para entender melhor como os pontos de balanceamento que ele proporciona afetam o impacto dele em VALORANT.

NOSSA ABORDAGEM EM RELAÇÃO AO BALANCEAMENTO

Já faz 9 meses desde o lançamento de VALORANT (mano do céu, faz nove meses o_o). Durante esse tempo, aprendemos muito sobre o impacto que nossa abordagem causa no balanceamento de Agentes. Antes, nós aplicávamos alterações pequenas e pontuais aos Agentes na esperança de que veríamos algum impacto gradual em jogo.

Mas no fim das contas, esse método não deu tão certo quanto esperávamos. A partir da 2.06, vamos adotar uma abordagem mais agressiva nas atualizações, assim presenciaremos um impacto maior nos Agentes a cada atualização. Sabemos que é muito frustrante ficar vendo o seu Agente favorito nas notas várias e várias vezes, principalmente se essas atualizações acabarem não surtindo muito efeito.

Porém, por mais que queiramos atualizar logo todos os Agentes, também damos bastante valor à estabilidade dos Esports, e não queremos que o meta mude completamente e acabe pegando os jogadores profissionais desprevenidos logo antes de eventos como o Masters e o Champions.

Quando a Etapa 1 do Masters terminar, o público verá algumas novidades que temos guardadas aqui. Primeiro, as mudanças na Viper. Depois, quando chegarmos mais perto da Etapa 2 do Masters, vamos avaliar as alterações feitas e focar na estabilização do meta (quando necessário) em vez de trazer mais mudanças grandes. Resumindo, durante o resto de 2021, seguiremos este padrão: quando grandes torneios terminarem, lançaremos fortalecimentos e enfraquecimentos que podem causar impacto no jogo e, à medida que outro torneio for chegando, daremos uma desacelerada nessa abordagem e teremos como foco a estabilização dos ajustes.

0