Ir à lista de artigos
02/23/21Esports

VALORANT GAME CHANGERS

Compartilhar:
VCT Game Changers é um novo programa que vai complementar a temporada competitiva, criando novas oportunidades e mais espaço para mulheres nos Esports de VALORANT. A comunidade competitiva de VALORANT é incrivelmente diversificada e está em todas as partes do mundo, e nosso Esport deve ser um reflexo disso. Através do Game Changers, esperamos criar um VALORANT Champions Tour mais inclusivo e que represente melhor nossa comunidade.

O Game Changers será composto por duas iniciativas principais de competição: o VCT Game Changers Series e o VCT Game Changers Academy. O VCT Game Changers Series será um conjunto de competições de alto nível, organizadas em várias regiões ao redor do mundo em 2021 e parecidas em proporção com os torneios da Série Ignição do ano passado. Elas começarão primeiro com um evento norte-americano no fim de março.

A segunda parte do programa, o VCT Game Changers Academy, criará torneios mensais, dando às pessoas ainda mais oportunidades para competirem em uma categoria de base e semiprofissional. Os eventos do Academy serão organizados em parceria com a GALORANTs, uma das maiores comunidades de VALORANT. A GALORANTs também já nos ajudou a organizar o torneio "For the Women Summer Showdown" em setembro do ano passado. Ambos os eventos VCT Game Changers Series e Academy têm o intuito de formar a próxima geração de estrelas para o VALORANT Champions Tour.

Competir em jogos sendo uma mulher não é tarefa fácil, muitas vezes resultando em uma desvantagem competitiva real. Embora já estejamos cuidando desse problema dentro do jogo com melhorias no chat, nas comunicações por voz e na mitigação de problemas causados por pessoas inconvenientes, também precisamos fazer algo em relação aos Esports. Parte da criação de um cenário competitivo saudável em VALORANT está em desenvolver comunidades onde as pessoas possam competir juntas de forma segura. Acreditamos que o Game Changers será um passo importante nessa direção, e mal podemos esperar para vê-lo começar a desabrochar em março. Estamos trabalhando muito para fazer do VALORANT a experiência social que você merece e mal podemos esperar para alcançarmos esse objetivo juntos. Agradecemos por tudo e boa sorte para quem vai competir!

Valorant Game Changers no Brasil: Como funcionará?

Teremos duas edições do VCT Game Changers Series ao longo de 2021. Cada um deles contará com quatro Qualificatórias Abertas, começando já em março - detalhes mais aprofundados sobre as datas serão divulgados posteriormente. Além disso, daremos apoio a 10 campeonatos independentes, exclusivamente voltados a equipes femininas, que tenham seus projetos aprovados pela Riot Games. Ou seja: no total, teremos 20 competições dedicadas às mulheres em VALORANT no Brasil no ano de 2021.

Serão R$ 10 mil de incentivos mensais às competições independentes, R$ 20 mil para cada Qualificatória Aberta e R$ 100 mil para cada evento principal do Game Changers Series. No total, serão R$ 460 mil em premiações para incentivar o cenário competitivo, além de investimentos de produção e conteúdo pela Riot Games durante todo o ano.

Trabalharemos em parceria com a Gamers Club, com quem já atuamos durante a Série Ignição e também no First Strike, eventos que deram os primeiros passos do cenário de VALORANT no país. Eles serão responsáveis pelas Qualificatórias Abertas do Game Changers Series. Os eventos principais ficarão integralmente a cargo da Riot Games.

“Conversando com a comunidade, entendemos que o primeiro desafio que temos na nossa frente é gerar mais oportunidades para que as jogadoras possam vivenciar a experiência profissional de torneios organizados. Criando mais torneios, damos um passo importante para o fomento do cenário feminino” disse Carlos "Cacophonie" Antunes, head de Esports da Riot Games no Brasil. “Com mais 20 campeonatos de VALORANT, entre independentes e oficiais, e incentivando a premiação das jogadoras, em 2021 damos início a uma jornada contínua. No futuro, certamente teremos novas iniciativas com ainda mais impacto na diversidade do competitivo de VALORANT no Brasil”, completou o executivo.

Estamos também conversando com algumas organizações profissionais de VALORANT para expandir nosso projeto e criar novas experiências para as participantes. Faremos a cobertura destes torneios e daremos um espaço cada vez maior na nossa produção de conteúdo e transmissões do cenário feminino, para que possam surgir grandes promessas do competitivo profissional.

Tags:

0